17 pessoas são presas acusadas de facilitar entrada de contrabando no estado

17 pessoas foram presas, entre elas oito policiais rodoviários federais acusados de facilitar a entrada de contrabandos no Paraná. A operação, batizada de Carro-Forte, foi realizada nesta madrugada pela Polícia Federal (PF), em parceria com o Ministério Público (MP) e a própria Polícia Rodoviária Federal (PRF). As prisões aconteceram em Céu Azul e Santa Terezinha de Itaipu, no oeste do Paraná. Segundo a denúncia, os policiais recebiam dinheiro para liberar o acesso de contrabandistas nas rodovias do Estado. Além dos oito mandados de prisão decretados pela Justiça para policiais rodoviários federais, foram emitidos 28 mandados de busca e apreensão, 14 mandados de prisão preventiva e quatro de prisão temporária. Segundo o superintendente da Polícia Federal no Paraná, José Alberto Iegas. a investigação durou dois anos.  Um balanço da operação deve ser divulgado nesta sexta-feira.

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*