Farofada no Batel busca democratizar o uso das calçadas de granito

A abordagem “confusa” da Guarda Municipal fez surgir um movimento inusitado, pela internet. A “Primeira Farofada do Granito” está sendo organizada pelas redes sociais, com o objetivo de “democratizar” o uso das calçadas do Batel. A ação pretende reunir moradores de várias regiões de Curitiba. Segundo o produtor cultural, André Feiges, um dos coordenadores da manifestação, a ideia surgiu depois da ação da guarda municipal na região.

A “Farofada” vai ser realizada no dia 5 de maio, a partir do meio dia na rua Bispo Dom José. O organizador diz que se surpreendeu com a adesão dos curitibanos para a manifestação.

As calçadas de granito causaram polêmica desde o anúncio de sua instalação, por causa do valor do material. Cada metro das peças de granito utilizado no calçamento custou R$ 149 reais. No inicio desse ano, a prefeitura decidiu suspender a reforma, e depois optou finalizar a obra com lajotas de concreto, que teve o custo bem menor, cerca de R$ 65 cada metro quadrado. A Prefeitura informou, através de nota, que o projeto foi feito pela gestão passada, e que as calçadas e bancos previstos só foram instalados porque já estavam comprados. A administração afirmou, ainda, que o descarte ou a mudança do projeto custariam ainda mais caro para a cidade.

Comments

  1. Thomas de Castro e Talita says:

    Ok Vamos fazer a farofada, mas os comerciantes da região irão pagar o mesmo imposto que os outros da periferia… Ah, não é justo? Ok…
    O comércio daquela região já paga MUITO mais pelo metro quadrado mais caro da cidade… ou algum farofeiro aí se esqueceu que lá além de ter a calçada de granito paga-se o imposto mais ALTO da cidade (alias dá para se pagar duas calçadas dessa por ano em imposto). Aos pseudo-socialistas: Que tal a cidade toda pagar o mesmo imposto e toda cidade, sem dicriminação alguma, receber os mesmos benefícios. Ideologia de porta de banheiro.

    Eu fico revoltado quando, visto que trabalhei, guardei dinheiro, comprei um apartamento na região e tive que pagar nada menos que 2,4% do valor do apartamento em ITBI… é dei suados R$ 22.000,00 a prefeitura. (Para deixar bem claro aos farofeiros, estudei em escola particular, com bolsa, entrei em faculdade pública (por mérito, sem reserva de vaga), batalhei, estudei, ganhei e guardei para compar meu apartamento para morar com minha família, e pago MUITO IMPOSTO para ter uma calçada de só R$65,00 o metro quadrado.

    Quero e exigo que a cidade inteira tenha esse padrão de qualidade, porém colocaram a carroça na frente dos bois… deveria dar foco em outras áreas como transporte público BARATO e de qualidade.

    As pessoas focam a revolta no lugar errado, tinham é que cobrar dos políticos que toda a cidade tivesse infraestrutura, transporte de público de qualidade, limpeza (segurança devemos cobrar do governo estadual) reduzir a ZERO o número de homicídios, ao invés disso se mobilizam para ridicularizar uma determinda região da cidade e gerar transtorno a quem não tem nada haver com isso e que alias paga caro para morar lá.

  2. Jeane says:

    Adorei!!!!!!!!!!!!! O povo esta se conscientizando de seus direitos, e da forca que possui! Quero ir.

Deixe uma resposta (os comentários não representam a opinião deste veículo e são submetidos a aprovação)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 35.144 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: