5 mil casos de câncer de próstata foram diagnosticados no Paraná nesse ano

Arte / divulgação/ SESA

Cerca de 5 mil casos de câncer de próstata foram diagnosticados no Paraná em 2017, até agora. O dado foi divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde para marcar a campanha do Novembro Azul. A ação tem o objetivo de combater o câncer de próstata por meio do incentivo à realização periódica dos exames para ajudar no diagnóstico precoce da doença.

O câncer de próstata é o segundo tipo mais comum entre os homens. O histórico familiar, principalmente em parentes de primeiro grau como pai e irmão, a obesidade, o tabagismo, o consumo de álcool em excesso e o sedentarismo são fatores de risco para o desenvolvimento da doença. A incidência também é maior em homens da raça negra, que devem fazer os exames anualmente a partir dos 45 anos. Segundo o superintendente de Atenção à Saúde, Juliano Gevaerd, a única forma de aumentar as chances de cura do câncer de próstata é diagnosticando logo no início da doença.

Um dos principais exames para detecção é chamado de PSA (antígeno prostático específico), que avalia a quantidade da proteína produzida pela próstata. Geralmente quando a doença atinge essas glândulas esses níveis são aumentados. Cerca de 20% dos pacientes têm o câncer diagnosticado apenas com o exame do toque retal, que avalia o tamanho, a forma e a textura da próstata, o que permite detectar a presença de nódulos. Para o coordenador estadual da Saúde do Homem, Rubens Bendlin, a doença dificilmente apresenta sintomas quando ainda está na fase inicial, por isso é necessário fazer os exames.

É possível fazer os exames de forma gratuita na rede pública de saúde. Para receber atendimento gratuito é necessário buscar a unidade de saúde mais próxima da sua residência.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*