80% dos professores da UFPR estão paralisados

Apenas 20% dos professores da UFPR ainda trabalham, porém a expectativa é que, se não houver negociação, nas próximas semanas a Universidade pare totalmente. Até agora 40 universidades federais estão em greve no País, em Curitiba a Universidade Federal do Paraná e a Universidade Tecnológica Federal do Paraná. O presidente da Apuf, associação que representa os docentes da UFPR, Luis Allan conta que a negociação da última greve não foi respeitada pelo governo, por isso uma nova paralisação.

A greve atinge hoje o setor de graduação, mas a intenção é que outros setores se unam ao movimento.

O piso salarial de um professor universitário é de R$ 1.500 pela jornada de 20 horas. A intenção da categoria é negociar um aumento com o governo. O Diretório Central dos Estudantes apoia a greve dos professores.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*