Abrabar cria manual para clientes que não pagarem conta

Um manual sobre como os proprietários de bares, restaurantes e casas noturnas devem agir quando o cliente não paga a conta foi criado pela Associação que representa esses estabelecimentos, a Abrabar. A polêmica sobre esse assunto surgiu depois do caso do jovem de 18 anos que teve uma das pernas amputadas depois de supostamente ter sido agredido por seguranças do James Bar, no Batel, no dia 6 de maio. O advogado da Abrabar, Nivaldo Migliozzi, explica que a primeira providência a ser tomada quando o cliente recusar pagar a conta é chamar a polícia e registrar um boletim de ocorrência.

De acordo com o manual, o proprietário do estabelecimento também vai poder apreender bens  do cliente como garantia do pagamento.

O uso de notas promissórias não é a opção mais recomendada e só será usado como último recurso. Segundo o advogado da Abrabar, essas medidas têm o objetivo de mostrar aos donos de bares, restaurantes e casas noturnas que há meios de agir.

O manual será protocolado na OAB-PR, na Comissão de Direitos Humanos e Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa, no Procon e na Delegacia do Consumidor.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*