Acordo proíbe candidatos de pintarem muros para propaganda

Duas cidades da região metropolitana de Curitiba fizeram um acordo que proíbe pintar os muros da cidade com propaganda política. Na cidade da Lapa e em Contenda os candidatos terão que procurar outros meios para divulgar seus números. A intenção é preservar os aspectos estéticos dessas cidades, principalmente por terem muitos imóveis considerados patrimônio histórico. O acordo foi confirmado pelo juiz Guilherme Ribeiro da Rosa Mazini e o promotor Antonio Juliano Souza Albanez, que atuam na 10ª Zona Eleitoral. Representantes de partidos políticos e de coligações concorrentes às eleições municipais aceitaram o acordo. O assessor do Tribunal Regional Eleitoral, Marden Machado explica que a legislação permite a pintura em muros.

Na Lapa e em Contenda se houver alguma pintura o responsável tem que pagar R$ 10 mil de multa. O valor será revertido ao Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. O assessor do TRE explica ainda que os candidatos podem colocar propaganda em postes, com algumas restrições.

A campanha eleitoral vai de 7 de julho a 7 de outubro de 2012.


Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*