Administradora do DPVAT orienta segurados para não se tornarem vítimas de fraudes

Imagem / reprodução

A Seguradora Líder, que administra o DPVAT, avisa aos motoristas sobre a possibilidade de fraude ao emitir o boleto de pagamento do seguro obrigatório. O prazo para quitação do DPVAT começou ontem (quarta, 10) e ao fazer a emissão do documento pelo site da seguradora, um alerta aparece na tela, pedindo que o motorista confira algumas sequências numéricas para garantir que o boleto emitido seja o oficial da seguradora.  A mensagem diz que “o sistema de pagamentos vem sofrendo com a ação de um vírus de computador que adultera o boleto no momento da emissão, fazendo com que o dinheiro do pagamento seja desviado para terceiros”. Segundo o Diretor de Planejamento, finanças e administração da Seguradora Líder, Milton Bellizia Filho, o aviso busca trazer segurança para que o usuário não corra riscos no ambiente digital.

Milton destaca que não há registro de fraudes no site da Seguradora. O DPVAT é um seguro obrigatório que prevê indenização em caso de acidentes de trânsito que resultem em morte ou invalidez permanente e reembolso de despesas médicas e hospitalares comprovadas.

O prazo para pagamento do DPVAT acompanha as datas de vencimento do IPVA, que varia de acordo com dígito final da placa do veículo. É considerada a data estipulada para o pagamento do IPVA à vista – no calendário do Detran-PR, entre os dias 10 e 16 de janeiro.

Para quem optar pelo parcelamento do IPVA, a primeira parcela vence no dia 22 de janeiro, mas o DPVAT deve ser pago antes. Por exemplo: se o veículo tem placa de final 9 ou 0, o prazo para pagamento do IPVA à vista é dia 16 de janeiro.

Por tanto, o pagamento do DPVAT também vence neste dia. Mesmo que o motorista opte pelo parcelamento do IPVA. Já para os veículos isentos do IPVA, a data limita para recolhimento do DPVAT segue o calendário do licenciamento, que é outro débito anual que os donos de veículos precisam pagar.

O licenciamento tem vencimento previsto no segundo semestre do ano. A data de vencimento também varia de acordo com o dígito final do veículo.

A taxa pode ser paga nos terminais de autoatendimento do Detran, no Banco do Brasil, Sicredi, Bancoob, Banco Rendimento e Santander. Segundo o Detran, é possível pagar as guias do Departamento que têm código de barras, com cartões de débito de qualquer banco nos caixas do Banco do Brasil.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*