Agendamento online para retirada do RG chega a aumentar 40% durante as férias escolares

Foto: Divulgação SESP

Durante todo o ano passado, o Instituto de Identificação do Paraná emitiu cerca de 700 mil carteiras de identidade em todo o estado. Nesta época do ano, a procura pelo serviço chega a aumentar 40%, por conta das férias escolares. Muitas instituições de ensino exigem o RG do estudante para efetivar a matrícula e o documento também é necessário para viajar de ônibus ou avião. Devido à grande demanda, o agendamento de atendimento – que hoje só é feito online – nem sempre funciona bem. O ouvinte da BandNews, Paulo Frank, encontrou muita dificuldade em conseguir marcar atendimento para a retirada do RG das filhas pelo site do Instituto. Ele conta que depois de descobrir que o agendamento só poderia ser feito pela internet, teve algumas tentativas frustradas já que o sistema apresenta falhas.

Paulo ainda narra que tentou por quatro dias agendar online o atendimento. Depois de finalmente conseguir, o local onde havia horário vago era muito distante da sua casa. O ouvinte relata que o site apresenta bastante lentidão.

Outro ouvinte da BandNews está há dois meses tentando agendar o atendimento. Maria Emília Silveira diz que o site demora para carregar e, quando existe alguma disponibilidade de vaga, o atendimento só é possível em delegacias na região metropolitana.

Procurado pela BandNews FM, o Instituto de Identificação do Paraná emitiu uma nota a respeito. O órgão reconhece a grande procura pelo agendamento online para retirada do RG. A entidade alega que o que atrapalha a prestação do serviço é o fato de 30% dos agendamentos online não serem realizados, pois o solicitante não comparece nos postos para a confecção do documento. Além disso, com a intenção de agilizar o serviço a entidade afirma que vem trabalhando constantemente para organizar mutirões públicos nas Ruas da Cidadania por exemplo. Nessas ocasiões são confeccionados milhares de RGs de uma só vez.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*