Alto índice de absenteísmo preocupa empresários e gestores, pois influencia diretamente na produtividade das empresas

Apesar do desemprego elevado, o absenteísmo, que nada mais é do que a fração do tempo não trabalhado em decorrência das ausências, em relação ao total do tempo contratado, ainda continua sendo uma das principais preocupações dos gestores na questão da produtividade, principalmente no setor industrial. Em 2016, por exemplo, o índice de absenteísmo nas empresas brasileiras foi de 12%. Apesar de deste número ser bastante elevado, houve uma melhora de nove pontos percentuais em relação ao ano anterior.

A coluna “Negócios com Miriam Gasparim” vai ao ar de segunda a sexta, no BandNews Curitiba Primeira Edição.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*