Aos poucos, cenário nas estradas paranaenses se normaliza

No 11º dia da greve nacional de caminhoneiros, o Paraná tem apenas alguns focos de manifestação, mas sem rodovias bloqueadas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o último registro de protesto nas estradas foi às 3 horas

Mesmo ontem (30), o movimento já não era tão grande no estado, tanto que a Coordenadoria de Defesa Civil considerou o movimento encerrado às 16 horas da véspera do feriado. Segundo o chefe da Casa Militar, coronel Maurício Tortato, o diálogo com os caminhoneiros foi essencial para pôr fim às interdições.

Aos poucos, o cenário começa a se normalizar em território paranaense e o governo federal também considera a mobilização oficialmente encerrada no país. No Paraná, muito disso se deve às forças de segurança, conforme Tortato, que identificaram pessoas infiltradas no movimento dos caminhoneiros.

Nos últimos dias, a Polícia Militar do Paraná escoltou comboios de transporte de alimentos e combustíveis. No entanto, vários postos – principalmente no litoral – ainda estão com o abastecimento afetado.

Nesta quinta (31), o fluxo de veículos nas estradas é considerado quase normal pelas concessionárias de pedágio. E mesmo onde a concentração de caminhoneiros continua, não há impacto no tráfego.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*