Atlético-PR diz que goleiro com celular foi ação de marketing

(Foto: Ricardo Pereira/BandNews Curitiba)

No dia seguinte ao polêmico episódio no qual o goleiro Santos, do Atlético Paranaense, apareceu mexendo no celular, em campo, o clube convocou uma coletiva de imprensa para tentar se explicar. A alegação oficial é de que tudo não passou de uma ação de marketing em apoio ao Maio Amarelo, que conscientiza sobre o comportamento no trânsito.

Acompanhado por um representante do time, o goleiro disse que tudo foi combinado para mostrar que nem no campo de futebol é correto utilizar o celular, quando se é o responsável pela segurança dos outros.

O vice-presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Márcio Lara, diz que o clube não pediu autorização da CBF para poder manter o ‘fator surpresa’.

Nas redes sociais o goleiro foi duramente criticado após a partida, já que o Atlético Paranaense perdeu por 2 a 1 para o Atlético Mineiro. Depois da explicação do time, muita gente apoiou a iniciativa. Outros torcedores, entretanto, questionaram a veracidade da alegação do time.

Na internet há quem diga que o argumento de apoio ao ‘Maio Amarelo’ foi uma desculpa improvisada para amenizar a atitude do goleiro.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*