Balé do Teatro Guaíra faz releitura do tradicional “O Lago dos Cisnes”

Foto: Hans Traut/Teatro Guaíra

O tradicional espetáculo “O Lago dos Cisnes” ganha formas inovadoras na releitura do Balé Teatro Guaíra. O grupo se apresenta nesta quarta, quinta e sexta-feira e no sábado (27, 28, 29 e 30) no palco do Guairão em Curitiba. As aves, que originalmente são retratadas pelas bailarinas sob sapatilhas de ponta e todas vestidas de branco, recebem novo formato.

Não são somente as mulheres que entram em cena, mas também os homens bailarinos. Ninguém estará nas pontas e um elemento inusitado vai cobrir os corpos dos artistas. Quem conta é o coreógrafo e diretor do espetáculo, Luiz Fernando Bongiovanni.

Essa é a terceira vez que Luiz Fernando Bongiovanni faz releituras de coreografias com os bailarinos do Guaíra. Ele foi responsável por recriar os movimentos de “Romeu e Julieta” e “Carmen”. Segundo ele, “O Lago dos Cisnes” traz elementos contemporâneos de estilos diferentes de dança, que fogem do padrão do ballet clássico.

Apesar dos itens modernos em cena, o Lago dos Cisnes encenado pelo Balé do Teatro Guaíra não perde em nada o encanto original. O espetáculo que foi criado pelo Teatro Bolshoi, na Rússia, em 1877 traz as composições inspiradoras de Tchaikovsky. O coreógrafo ressalta que a releitura de grandes clássicos da dança é muito comum em países da Europa.

O Lago dos Cisnes será encenado no Teatro Guaíra de quarta a sábado, às 8h30 da noite. Os ingressos custam apenas R$ 20 (entrada inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*