Barbosa Neto entra com liminar para impedir votação da CP da Centronic

A defesa do prefeito de Londrina, Barbosa Neto, do PDT, entrou com uma liminar para impedir a votação do relatório final da Comissão Processante da Centronic. O caso vai ser analisado pelo juiz Mário Azzolini. A Comissão Processante foi criada em abril para apurar a denuncia de que dois vigias da empresa de segurança Centronic teriam prestado serviço para uma rádio da família do prefeito Barbosa Neto. Eles teriam sido pagos com recursos do município. O relatório final da Comissão processante foi entregue para o presidente da Câmara Municipal de Londrina.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*