Bares e restaurantes têm maior queda de movimento dos últimos dez anos, diz Abrabar

(Foto: reprodução/Google Street View)

O primeiro fim de semana de paralisação dos caminhoneiros foi o pior para a categoria de bares e casas noturnas no Paraná dos últimos dez anos, segundo a Abrabar, associação que representa as empresas.

No sábado, o movimento nestes estabelecimentos teve redução de 60%. Já os restaurantes tiveram queda de 50% no número e clientes. Além do baixo movimento, os empresários também sentem com o desabastecimento que afeta o país. Com funcionamento de segunda a sexta no horário de jantar, o Bar do Pachá, vai ficar de portas fechadas hoje para economizar gás de cozinha para os próximos dias.

É o que explica o dono do estabelecimento, Zico Garcês.

A expectativa do empresário é tentar recuperar os prejuízos na próxima quinta-feira, que é feriado de Corpus Christi. Ele deve abrir o restaurante no horário de almoço.

Em nota, a Abrabar afirma que a sensação de insegurança, a falta de deslocamento de veículos próprios e possível falta de produtos nos estabelecimentos contribuiu para desestimular a clientela. Segundo a associação, a estimativa das perdas não foram calculadas. Mas a instituição acredita que os reflexos serão inevitáveis e irrecuperáveis.

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*