Beto Richa critica o repasse de verbas da União para o Estado

O governador Beto Richa assumiu hoje a presidência do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul, o Codesul, e criticou as políticas do governo federal de distribuição de recursos. Para ele, a União recebe muita contribuição dos paranaenses e não repassa as verbas necessárias para a implantação dos projetos. Richa ressaltou que hoje os estados têm uma dívida impagável com a União e que isso precisa ser rediscutido. O governador também reclamou que os estados têm dificuldades em manter os investimentos em saúde e educação. O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genso, participou da cerimônia de posse de Richa, no Palácio Iguaçu, em Curitiba. Até então, ele estava na presidência do Codesul. Tarso Genro concorda que o governo federal concentra muitos recursos enquanto os estados sofrem para fechar as contas. Além de mais recursos para os estados, outro tema que deve ser trabalhado pro Richa é o pedido para que o governo federal retome os estudos sobre a extensão da Ferrovia Norte-Sul que vai ligar São Paulo ao Rio Grande do Sul e passa pelo Paraná. O Codesul é formado pelos três estados do Sul do país, além do Mato Grosso do Sul e foi criado em 1961. O objetivo do grupo é discutir políticas de desenvolvimento social e econômico comuns aos quatro estados e pressionar o governo federal para atender aos pedidos da região. O mandato de Richa como presidente do conselho de um ano.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*