BNDES aprova financiamento para obras na Arena

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDES, aprovou o financiamento para as obras na Arena da Baixada para a Copa de 2014. O valor será de 131 milhões de reais, o que corresponde a 71% do orçamento total da reforma. Dois contratos de financiamento foram firmados. O primeiro entre o Banco Nacional e o Governo do Estado. Quando for liberado, o dinheiro será aportado ao Fundo de Desenvolvimento Econômico, que é administrado pela Fomento Paraná. Depois, será repassado à CAP S/A, a sociedade de propósito específico criada pelo Atlético para gerir as obras. De acordo com o secretário estadual da Copa, Mário Celso Cunha, o dinheiro deve ser liberado em setembro.

Para receber os recursos, o Atlético vai dar como garantias os títulos de potencial construtivo emitidos pela Prefeitura de Curitiba, além do Centro de Treinamento do clube, o CT do Caju. O Atlético terá um prazo de 15 anos para pagar o empréstimo, com dois de carência. O secretário diz que com a liberação desse dinheiro, as obras na Arena devem ganhar um ritmo mais acelerado.

Inicialmente, a previsão era que o BNDES liberasse 138 milhões de reais, 7 milhões a mais do que foi divulgado. Mas o secretário Mário Celso Cunha não soube explicar porque houve essa diferença. Os outros 53 milhões serão divididos entre o Atlético, o governo do Paraná e a Prefeitura de Curitiba. As obras na Arena vão custar em torno de 184 milhões e 600 mil reais.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*