Cachoeira pretendia processar o governo do Paraná

Um grupo ligado ao bicheiro Carlinhos Cachoeira pretendia processar o governo do Paraná. Isto por causa do fim do contrato de exploração do serviço de loteria eletrônica. Segundo o próprio grupo um contrato havia sido firmado em 2003 entre o Executivo estadual e uma empresa ligada ao bicheiro, a Larami Diversões e Entretenimento Limitada. Porém um ano depois o então governador Roberto Requião rescindiu o contrato com a empresa. Requião proibiu jogos eletrônicos no estado. Em 2007 a Assembleia Legislativa do Paraná aprovou a extinção do Serviço de Loterias do Estado do Paraná, que gerenciava os jogos. O processo de indenização contra o governo do estado foi descoberto por meio de interceptações de e-mails feitas pela Polícia Federal na operação Monte Carlo. Cachoeira e o empresário argentino Roberto Copolla fazem parte da empresa Larami.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*