Câmara de Almirante Tamandaré abre CPI para investigar falta de licitação

A Câmara de Vereadores de Almirante Tamandaré deu início ontem as discussões sobre a instauração de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar contratos firmados entre a prefeitura e o Hospital Nossa Senhora da Conceição, sem licitação pública. Os contratos já são alvo de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público do Paraná. A Justiça determinou o bloqueio dos bens do prefeito, dos sócios do hospital e do ex-secretário municipal de Saúde. As investigações correm em segredo de Justiça, mas um resumo da ação civil pública foi lida em plenário na sessão legislativa. Dois vereadores – Tonhão da Saúde (PTC) e Aldair de Souza (PSB) – já se manifestaram favoravelmente à instauração da CPI da Saúde. Com sete votos favoráveis (de um total de 11 vereadores), a comissão parlamentar de inquérito é instaurada.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*