Câmara de Londrina cria Comissão Processante para investigar Barbosa Neto

A Comissão Processante (CP) da Centronic, criada na Câmara de Londrina para apurar suposto ato de improbidade administrativa por par­te do prefeito Barbosa Neto (PDT), começa a ouvir as testemunhas na tarde de hoje. A comissão investiga a denúncia de que dois vigias da Centronic teriam trabalhado na rádio da família do prefeito sendo pagos com verba pública. A ideia é ouvir entre três e quatro testemunhas por dia. A sessão de hoje está marcada para três horas da tarde.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*