Campanha “Agosto Azul” alerta sobre cuidados com saúde masculina

O governo do Estado lança na próxima quarta-feira (8), o programa Agosto Azul. A iniciativa é semelhante ao que é feito no Outubro Rosa, que chama atenção para ações preventivas do câncer de mama. A grande diferença é que o Agosto Azul não tem o foco específico em apenas uma patologia, mas na saúde masculina como um todo. Durante os 30 dias deste mês, vão ser realizadas diversas atividades com foco na prevenção e promoção da saúde do homem. O programa busca alertar para alguns dados que chamam atenção no Estado do Paraná. Em média, os homens paranaenses vivem 6 anos a menos que as mulheres. São 71,6 anos dos homens contra 77,9 anos das mulheres. E a segunda causa de morte mais frequente está ligada às doenças cardiovasculares. Entre elas, se sobressaem o infarto, o acidente vascular cerebral, a hipertensão, além das diversas formas de câncer. A prevenção dessas doenças está ligada, em especial, aos hábitos de vida mais saudáveis. O coordenador estadual da Política de Saúde do Homem, Rubens Bendlin, explica que o objetivo é mostrar a importância do homem cuidar da saúde, o que nem sempre acontece, por causa de uma cultura equivocada.

A principal causa de morte dos homens adultos no Paraná, no ano passado, foram as chamadas causas externas. 41% morreram por causa de acidentes de trânsito e violência. Por isso, o Agosto Azul pretende promover uma cultura da paz.

Nos próximos 30 dias, vão ser promovidas audiências públicas, debates, oficinas, feiras e outras atividades culturais, para conscientizar a população sobre a importância do homem cuidar da saúde. 200 mil materiais educativos também vão ser distribuídos.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*