Campanha contra o trabalho infantil será realizada no Paraná

Foto: Jaelson Lucas/ANPr

O Paraná vai promover uma ação especial de combate ao trabalho infantil durante o carnaval. A mesma ação foi realizada no ano passado. Os dias de folia abrem oportunidades de serviços informais, que expõem crianças e adolescentes a tarefas remuneradas incompatíveis com a idade. Para chamar a atenção às situações mais comuns de trabalho infantil foram desenvolvidos materiais, como máscaras, para “entrar no clima” da festa, mas que também alertam para os riscos. A campanha tem o tema “No bloco da alegria, trabalho infantil não tem vez” e as mensagens estampadas nas peças reforçam a importância, para crianças, de brincar e estudar. Ao mesmo tempo, o adulto é incentivado a comunicar esse tipo de violação de direito pelo Disque Denúncia 181. Segundo a secretária estadual em exercício da Secretaria da Família, Letícia Raymundo, a população precisa se conscientizar sobre os prejuízos causados pelo trabalho infantil.

A coordenadora de Proteção Social Especial, Juliany Santos, ressalta a importância da denúncia, pelo telefone 181.

Pela legislação, até 14 anos é proibido qualquer trabalho. Dessa idade até os 16 anos, o adolescente pode ser inserido como aprendiz no mundo do trabalho. A partir de então, até os 18 anos, o trabalho é permitido em turno diurno, desde que em ambientes saudáveis ou que não prejudiquem o adolescente moralmente.

 

 

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*