Casos de depressão têm alta no Paraná

Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa

A depressão teve uma alta de 290% no Paraná em menos de 20 anos. Deste total, trinta e nove mortes relacionadas à doença foram registradas no estado. O número de suicídios aumentou 86%, passando de trezentos e quarenta e quatro para seiscentos e quarenta e um, entre 1996 e 2015. Os dados são do Ministério da Saúde. Por causa do alto índice, a depressão e o suicídio na adolescência foram os temas da palestra realizada na manhã desta quarta-feira, 03, pela Secretaria Especial para Assuntos Estratégicos e pelo Comitê Gestor Intersecretarial de Saúde Mental (Cismeep). De acordo com o secretário de Assuntos Estratégicos, Flávio Arns, o próximo passo é realizar uma palestra específica para os adolescentes.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, os adolescentes correspondem a 3% do total de suicídios registrados nos últimos 45 anos. Esta é a terceira causa de morte de jovens entre 15 e 29 anos de idade. Segundo o palestrante e psiquiatra Pedro Pan, as chances de tratamento são maiores, caso a depressão seja diagnosticada ainda na juventude.

De acordo com os dados da Organização Mundial de Saúde, a doença afeta mais de trezentas e vinte milhões de pessoas em todo o mundo. Deste número, mais de 11 milhões são brasileiras – o equivalente a 5,8% da população.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*