Cassados por fraude eleitoral, TSE mantém prefeito e vice nos cargos em Cascavel

edgar buenoO Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou o pedido de impugnação do mandato do prefeito de Cascavel, no oeste do Paraná, Edgar Bueno (PDT), e do vice, Maurício Theodoro (PSDB). Com a decisão, os dois permanecem no cargo. Em novembro do ano passado, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE) havia cassado o mandato dos dois por fraude eleitoral, mas eles permaneciam nos cargos por meio de uma liminar, até que o TSE fizesse o julgamento final. O pedido de cassação havia sido feito pelo adversário de Bueno nas eleições de 2012, o atual deputado estadual Professor Lemos (PT). Durante a campanha, Bueno teria acusado Lemos de falsidade ideológica, durante um programa de TV, alegando que ele não residia em Cascavel, apesar de disputar a prefeitura. Na decisão, a ministra do TSE Luciana Lóssio julgou o pedido de impugnação improcedente e afirmou que é preciso preservar a vontade manifestada nas urnas.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*