Cerca de 8 mil cães estão abandonados na Capital

Curitiba tem em torno de oito mil cães abandonados nas ruas, segundo um levantamento do Departamento de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Paraná. Na capital, para cada quatro habitantes há um animal. De um a três porcento do total está abandonado nas ruas. Nesta semana, um curso sobre políticas para o controle animal é organizado pela instituição. O professor de Zoonoses da UFPR Alexander Biondo explica que um dos principais problemas para o aumento da população de animais de rua é que muitos deles não são castrados. Entre os palestrantes está o professor da Universidad de La Salle, da Colômbia, Nestor Calderón. Ele defende que a conscientização é a melhor maneira de evitar a superpopulação de cães e gatos de rua. Desde 2005, em Curitiba não tem mais o serviço da carrocinha, que durante décadas fazia o recolhimentos dos cachorros de rua. Os animais eram abrigados e, caso não fossem adotados, eram mortos. Em média 900 animais eram recolhidos por mês. Agora, apenas os cachorros considerados perigosos são retirados das ruas. As palestras da UFPR têm participação de servidores da saúde, agricultura e meio ambiente. O curso vai até a sexta-feira, no campus Agrárias. Outras informações no site: zoonoses.agrarias.ufpr.br.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*