Chuvas afetam mais de 4,8 mil pessoas no Paraná

Os dados da Defesa Civil indicam que 14 cidades registraram estragos causados pela chuva e o forte vendaval. 4.858 pessoas foram afetadas no Estado. Mais de 800 pessoas tiveram que deixar as casas. Seis moradias ficaram totalmente destruídas, cinco delas em Tunas do Paraná, uma das cidades mais atingidas do Estado. Somente no município 200 casas estão danificadas. Em Manoel Ribas o estrago também foi grande, mais de 2 mil pessoas atingidas pelos estragos. O capitão Romero da Defesa Civil relata que a situação continua crítica, porém a situação já melhorou.

Na região metropolitana de Curitiba, Araucária, Almirante Tamandaré, Piraquara e Pinhais registraram estragos. Em Curitiba, no bairro Pilarzinho um deslizamento de terra no final da Rua Harvey de Barros Silva interditou 10 casas. As famílias foram levadas para a Escola Municipal Professor Lauro Esmanhoto, onde estão temporariamente abrigadas. No bairro Vista Alegre a força da água derrubou um muro sobre uma casa. No Boqueirão uma falha no sistema de esgoto causou alagamentos em algumas casas da região. Na Rua Jacob Mehl, em Pinhais, próximo a Estrada Velha da Graciosa, mais de 30 casas foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros por causa de destelhamentos. Lonas foram cedidas. O forte vento chegou a levar parte da cobertura de um posto de combustíveis na região. Em Guaratuba, 1.500 pessoas foram atingidas por causa da cheia do rio Cubatão. Na cidade de Pinhão, 67 casas foram atingidas. Os estragos fizeram com que 38 mil casas ficassem sem luz no Estado, segundo a Copel. As últimas informações repassadas pela Defesa Civil informam que no momento não temos pessoas desabrigadas no Estado.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*