Ciro Gomes pede autorização para visitar Lula

O Partido Democrático Trabalhista, PDT, comunicou hoje (13) que ingressou com pedido judicial na 12ª Vara Federal de Curitiba para garantir autorização ao pré-candidato à presidência da república Ciro Gomes, além de Carlos Lupi e André Figueiredo – presidente e vice-presidente da sigla, para visita especial ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula está sob custódia na Sede da Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense desde o último sábado. No início da semana, a juíza federal Carolina Lebbos, da execução penal, já negou visita especial a 11 governadores, além dos senadores Roberto Requião, do MDB, e Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT.

De acordo com o PDT, em nota, o novo pedido reforça que a visita da comitiva pedetista, em dia próprio de visitação, não apresenta qualquer risco ao normal funcionamento da instituição. A deputada federal Maria do Rosário, do PT, esteve pela manhã no acampamento de vigília em que estão apoiadores do ex-presidente. Ela criticou o sistema de visitas que Lula está seguindo.

O ex-presidente Lula recebeu, nesta quinta-feira (12), as primeiras visitas de familiares desde que foi preso. Os filhos Fabio Luiz, conhecido como Lulinha; Luiz Claudio e Lurian, e o neto Thiago; estiveram no prédio da Polícia Federal, em Curitiba, duas vezes, pela manhã e à tarde.

No site oficial do ex-presidente, um texto informa que, de dentro da sala adaptada como cela, Lula se dedica a ler centenas de cartas que recebe diariamente. Até então, apenas advogados haviam tido contato com o ex-presidente na prisão.

O advogado Cristiano Zanin também esteve com Lula nesta quinta-feira (12) e não comentou a visita.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*