Clínica de dependentes químicos é interditada em Londrina

O Grupo de atuação de combate ao crime organizado, o GAECO, investiga denúncias de maus tratos e cárcere privado em uma clínica recuperação de dependentes químicos em Londrina, no norte do estado. O local foi interditado ontem. A Vigilância Sanitária emitiu um auto de infração e indicou uma série de medidas a serem adotadas. Os responsáveis pela clínica podem ser punidos criminalmente. Vinte e oito pacientes estavam internados em tratamento.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*