Combinado não sai caro: como fica a vida do trabalhador nos dias dos jogos do Brasil na Copa do Mundo

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Na contagem regressiva para o início da Copa do Mundo da Rússia, o interesse de muita gente é sobre a possibilidade de assistir aos jogos do Brasil. Afinal de contas, por causa do fuso horário, boa parte das partidas da nossa seleção vão ser disputadas nos períodos chamados úteis, ou seja, entre as 8 horas e as 18 horas.

Em Curitiba, os servidores da Prefeitura já estão com a situação resolvida. Isso porque o decreto 520/2018, assinado ontem (12), determina a realização de escalas para garantir o atendimento à população. Segundo o documento, nos dias em que a equipe do técnico Tite entrar em campo, o expediente nas repartições públicas municipais vai ser mantido no contraturno. Em outras palavras, isso quer dizer que a jornada vai ser um pouco mais curta nessas datas, começando mais tarde ou terminando mais cedo.

O mesmo deve ocorrer nos órgãos vinculados ao governo do estado. De acordo com a Resolução 298, publicada na última segunda-feira (11), o funcionamento nos espaços vinculados à Administração Estadual nos dias dos jogos do Brasil poderá ser reduzido. A medida, no entanto, tem caráter facultativo, o que significa que os colaboradores que aderirem à flexibilização terão de compensar as horas não trabalhadas até 31 de outubro.

Já no setor privado a situação é diferente e quem fala sobre isso é o juiz do Trabalho Felipe Calvet. Em entrevista à BandNews, ele explica que não há na Legislação qualquer previsão a respeito de eventos esportivos, mas que patrões e empregados podem fazer acordos para evitar problemas.

Pelo horário de Brasília, os jogos do Brasil na primeira fase do Mundial serão nos dias 17 de junho, próximo domingo, às 15 horas, contra a Suíça; 22 de junho, uma sexta-feira, às 9 horas, contra a Costa Rica; e 27 de junho, uma quarta, novamente às 15 horas, contra a Sérvia.

Há ainda a hipótese de o trabalhador compensar os períodos de dispensa usando o banco de horas. Ele conversou com Daiane Andrade.

De volta ao setor público, nos dias dos jogos do Brasil, quando a partida começar às 9 horas, o trabalho nas repartições da Prefeitura de Curitiba vai das 14 horas às 18 horas. Já quando a disputa for às 11 horas, o expediente terá início às 14h15 e fim às 18 horas; e quando a seleção brasileira entrar em campo às 15 horas , os servidores trabalham das 8 horas ao meio-dia.

Já os órgãos estaduais vão funcionar a partir das 14 horas, quando os jogos forem de manhã, e das 8 horas às 13 horas, sem intervalo para o almoço, se a partida for à tarde. Em ambas as esferas do Poder Público, a orientação é para que os responsáveis de cada área assegurem o atendimento aos serviços considerados essenciais.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

 

Comments

  1. Se me der vontade e eu lembrar dos jogos, assistirei se não der não perderei nada com isto.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*