Construção civil pode ficar sem areia

A Justiça proibiu a extração de areia das margens do Rio Paraná, na região do Parque Nacional de Ilha Grande, em Guaíra. As mineradoras da região oeste e noroeste do Estado tiveram a comercialização do produto suspensa hoje. Essa mudança pode desabastecer a construção civil nos próximos dias. O Procurador da República de Umuarama, Robson Martins, entrou com duas ações cíveis públicas, em que indica irregularidades na extração de areia no Parque de Ilha Grande. Diante disso, o Tribunal Regional Federal, de Porto Alegre, concedeu uma liminar, que suspende a atividade de quatro empresas que atuam nas margens do Rio Paraná. A Justiça de Umuarama também acatou o pedido e suspendeu a ação de mais sete empresas. As mineradoras que atuam na região do Parque de Ilha Grande são as principais fornecedoras de areia para as regiões Oeste, Noroeste e Sudoeste do Estado.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*