Consumidor pode ser indenizado por comprar chocolate estragado

A Justiça paranaense condenou um supermercado e uma empresa multinacional de alimentos que atua no Paraná ao pagamento de R$ 18 mil de indenização a um consumidor de Londrina, no norte do Paraná, que comprou uma barra do chocolate – dentro do prazo de validade – contaminada com ovos de insetos, restos de casulos e larvas. A decisão, que é de segunda instância e cabe recurso. A empresa de alimentos negou que a contaminação seja possível. No entanto, em fevereiro deste ano, ela foi condenada a pagar 30 mil reais por danos morais a uma consumidora carioca, por comprar uma barra de chocolate com larvas de inseto em uma loja de doces.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*