Consumo no Paraná crescerá 9%, prevê empresa especialista em mercado

Foto: Marcelo Camargo/ABr

Foto: Marcelo Camargo/ABr

O consumo de bens e serviços no Paraná deve aumentar 9% neste ano, em relação ao ano passado. O Estado deve somar pouco mais de R$268 bilhões. 65% dos recursos será usada nas cidades do interior do Paraná. Os dados são do IPC Maps, realizado pela IPC Marketing Editora, uma empresa paulista especializada em informações de mercado. O número é positivo, já que os últimos dois anos foram de queda no consumo. Mesmo com a crise, a expectativa é que o Paraná cresça mais que a média brasileira. Três municípios estão na lista dos 50 com maior potencial de consumo do país. Segundo o coordenador do estudo, Marcos Pazzini, a base agrícola ajuda a aumentar o consumo no Estado.

Os principais gastos são com alimentação, manutenção da casa, medicamentos e educação. O coordenador afirma que o crescimento é uma nova percepção da mudança do comportamento do brasileiro.

Dos gastos das famílias paranaenses previstos para este ano, as maiores parcelas são destinadas à manutenção do lar, alugueis, condomínio, energia, telefonia e televisão por assinatura.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*