Criança é internada após suposto bullying na escola

Um garoto de oito anos que mora em Londrina, norte do Paraná, está internado há uma semana após um suposto bullying que teria sofrido na escola. Segundo relatos da família do estudante, ele teria sido discriminado por colegas e pela professora por estar acima do peso. Num dos episódios relatados à família, a professora teria torcido o dedo do garoto na sala de aula. De acordo com a mãe, Margarete Santos, o garoto fica sedado na maior parte do tempo. Nos ataques de pânico, ele lembra de situações ocorridas na sala de aula. Ela conversou com Emanuel Pierin.

Uma sindicância foi aberta pela direção do colégio estadual professor Aloísio Aragão para apurar os fatos. A professora envolvida nas acusações foi afastada nesta semana. A vice-diretora Marta Furlan afirma que a escola está dando o amparo necessário à família, mas diz que ainda não está provado que o bullying foi o motivo da internação.

Após a reclamação dos familiares do estudante, a direção da escola procurou o núcleo regional de educação de Londrina, e protocolou o pedido de abertura de sindicância. Nos próximos dias professores e alunos serão ouvidos. O núcleo regional de educação de Londrina informou que espera pelo resultado da sindicância para punir os envolvidos.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*