Crimes em hotéis de Curitiba preocupam empresários e hóspedes

Uma série de crimes em hotéis de Curitiba preocupa empresários do setor e hóspedes. Nas últimas três semanas, cinco hotéis da capital foram assaltados, de acordo com informações da Polícia Civil.

Em todos estes casos, os assaltantes abordam os funcionários da recepção e depois os ameaçam, levando dinheiro e objetos que estão próximos. A ação dos criminosos dura poucos minutos e, geralmente, eles fogem do local a pé. Os primeiros três casos aconteceram na Alferes Ângelo Sampaio, na Alameda Dom Pedro II e Avenida Batel.

A Polícia Civil divulgou um vídeo, na última sexta-feira, relatando os crimes e oferecendo informações sobre o suspeito, que seria o responsável pelos três crimes, para que ele fosse denunciado em caso de identificação ou novas suspeitas.

Depois disso, outros dois casos aconteceram, um no Centro e, no dia seguinte, no Mercês. Quem investiga os crimes é a Delegacia de Furtos e Roubos de Curitiba. Os hotéis assaltados não estão comentando sobre o tema e a Polícia Civil não vai se pronunciar sobre os crimes, até que a investigação seja concluída. Em nota, a Polícia Civil comunicou que “Cinco casos chegaram ao conhecimento da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), que apura de forma minuciosa os crimes.

Os inquéritos policiais já foram instaurados e as investigações estão em fase avançada. Quem tiver mais informações que possam levar a identificação dos suspeitos deve entrar em contato com a DFR pelo telefone (41) 3218-6100 ou via WhatsApp (41) 9 9955-0033. O sigilo é absoluto”.

A Associação Brasileira de Industria de Hotéis do Paraná e o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio Hoteleiro também não vão se pronunciar até que as investigações da Polícia Civil sejam concluídas.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*