Cunha presta depoimento à Polícia Federal de Brasília por videoconferência nesta quarta-feira (14)

O deputado cassado Eduardo Cunha presta depoimento à Polícia Federal de Brasília por videoconferência, nesta quarta-feira (14), desde às 11h. Cunha está detido no Complexo Médico Penal, em Pinhais na grande Curitiba e foi levado até a Superintendência da PF na capital perto das 10h para prestar o depoimento. Ele é testemunha no inquérito contra o presidente Michel Temer.

Cunha solicitou a transferência da data do interrogatório até o fim da perícia nas gravações entre Joesley Batista e Temer. Em um ofício encaminhado nesta terça-feira (13) ao Ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Edson Fachin, a defesa de Cunha chegou a pedir para ter acesso a todo o material que integra a investigação pelo menos 48 horas antes do depoimento.

Nesse inquérito, Temer aparece em gravações feitas pelo proprietário da JBS, Joesley Batista. De acordo com a Procuradoria Geral da República, o presidente teria dado aval para que Cunha recebesse pagamentos por parte da empresa, para que em troca, não firmasse nenhum acordo de delação premiada.

Na próxima segunda-feira (19) encerra o prazo concedido pelo ministro Fachin para que a Polícia Federal apresente as conclusões sobre o inquérito. Na sequência, a PGR pode oferecer ou não denúncia contra o presidente.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*