Curitiba implanta espaço exclusivo para motos nos semáforos

Foto: Helen Anacleto/BandNews FM Curitiba

Foi implantado nessa quarta-feira (21) um projeto-piloto que prevê espaços exclusivos para motos na Avenida Victor Ferreira do Amaral, no Tarumã, em Curitiba. Os chamados “bolsões” foram instalados no semáforo diante do Detran, nos dois sentidos da via. Os boxes foram pintados no cruzamento e preveem que as motos tenham uma área reservada para esperar a abertura do semáforo diante dos outros veículos.

O projeto já existe em cidades como São Paulo, Brasília e Rio Branco e foi implantado em Curitiba pelo Detran e pela prefeitura. O diretor-geral do Detran, Marcos Traad, acredita que a medida deve diminuir os acidentes, já que vai evitar que o motociclista corra risco entre os carros.

José Fernando Moleda tem moto há 45 anos e já sofreu um acidente por ter sido fechado por um carro no trânsito. Para ele, a medida dá mais segurança aos motociclistas.

O motociclista Crei Silva também aprova o projeto. Ele argumenta que, nas ruas, nem sempre os motoristas dos carros conseguem dividir espaço com as motos.

Os bolsões vão ser testados pela prefeitura durante 60 dias. Durante os testes, a Secretaria de Trânsito vai colher opiniões dos motoristas, pedestres e ciclistas para decidir se vai implantar o projeto em outras vias da cidade. Marcos Traad acredita que a medida não vai alterar de forma significativa o tráfego para os carros, ônibus e caminhões.

Em Curitiba, já há espaços reservados para motos e bicicletas nos semáforos na Avenida Sete de Setembro, na Área Calma. No Tarumã, os bolsões são de uso exclusivo das motos e não podem ser utilizadas por ciclistas. Os motoristas de carros, caminhões ou ônibus que pararem sobre o box vão ser advertidos pelos agentes da Setran.

Segundo dados do Seguro DPVAT, 65% das indenizações por morte no trânsito pagas no país são decorrentes de acidentes com motos. No Paraná, embora representem apenas 20% da frota, as motos estão envolvidas em mais de 33% dos acidentes. Só no ano passado, quase 17 mil pessoas ficaram feridas após acidentes com moto registrados no estado.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*