Decreto muda a Casa de Custódia de Curitiba

Um decreto que transforma a Casa de Custódia de Curitiba em unidade para o encarceramento de homens que cometeram crimes contra a mulher foi assinado hoje (terça) pelo governo do Estado. A ação marca o sexto aniversário da Lei Maria da Penha.
Com a medida 321 presos vão ser transferidos para a unidade. Eles cometeram crimes com grave ameaça ou com violência contra a mulher. Segundo a secretária de Justiça, Maria Tereza Uile Gomes, os presos estavam encarcerados em diversos estabelecimentos penais de Curitiba e da região metropolitana.

A Casa de Custódia deve ter capacidade para quatrocentos e vinte presos. A medida também deve ajudar no processo de ressocialização dos presos.

O Paraná é o terceiro estado com maior número de violência contra as mulheres.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*