Defesa de Palocci deve se pronunciar posteriormente sobre Operação Bullish

A defesa do ex-ministro Antônio Palocci deve se pronunciar sobre as investigações da Operação Bullish em um momento posterior – quando tiver acesso ao teor das suspeitas.

Preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba pela Operação Lava Jato, o ex-ministro dos governos Lula e Dilma é alvo de nova frente de investigação.

A Polícia Federal desencadeou na manhã de hoje a Operação Bullish, que investiga fraudes em aportes concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), à JBS. A empresa é uma das maiores do ramo de proteína animal do mundo, e dona da marca Friboi.

Os aportes por meio de uma subsidiária do BNDES, desde junho de 2007, tinham como objetivo a compra de empresas também do ramo de frigoríficos no valor que superam os oito bilhões de reais.

Realizadas após a contratação da empresa de consultoria Projeto, ligada a Palocci, que na época dos aportes atuava como parlamentar, as operações que envolviam recursos públicos tramitaram em velocidade muito acima do considerado normal – de acordo com a PF.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*