Denúncias de violência contra crianças e adolescentes crescem 38% no Paraná em 2017 em relação ao ano anterior

População deve denunciar “Disque Denúncia 181”. Foto: Rogério Machado/SEDS

A cada oito horas, é registrada uma denúncia de violação dos direitos de crianças e adolescentes no Paraná.  Somente em 2017, foram 1165 registros feitos pelo Disque Denúncia 181. O volume é 38% maior em comparação ao ano anterior. Na avaliação do Coordenador da Política da Criança e do Adolescente da Secretaria Estadual da Família e Desenvolvimento Social, Alan Bento, o número reflete a maior conscientização da população em denunciar situações abusivas.

Segundo o levantamento do Disque Denúncia, das ocorrências registradas no ano passado, a maior parte foram de agressões físicas e abuso e exploração sexual. Estes casos tiveram aumento de 68% e 112% respectivamente, em relação ao ano de 2016. Alan Bento destaca que estes crimes historicamente são os mais frequentes em relação a violação dos direitos de crianças e adolescentes. E, na grande maioria dos casos, é o próprio responsável pelo menor que comete a violência.

As denúncias podem ser feitas anonimamente pelo Disque-Denúncia Nacional, pelo número 100, ou o Estadual, no 181. É possível ainda buscar auxílio na sede do Nucria, na Avenida Vicente Machado, número 2560, no centro da capital. O Coordenador da Política da Criança e do Adolescente explica que é importante que quem denuncia tenha o maior número de informações possíveis sobre a situação, o que facilita a atuação do agente público.

Nas situações mais graves de violência a Justiça pode conceder uma medida protetiva. Nestes casos, a vítima é retirada do local e o acesso do agressor é restringido.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*