Desigualdade entre os salários de homens e mulheres cai no Paraná

Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

A desigualdade entre os salários dos homens e das mulheres ainda persiste, mas registrou queda no Paraná em 2016, de acordo com dados do IBGE que foram reunidos pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social, o Ipardes. A remuneração média dos homens naquele ano foi de 2.441 reais contra 2.206 reais das mulheres, uma diferença de 26,5%. Em 2012 o índice chegava a 32%. Na avaliação do diretor do Centro de Estatísticas do Ipardes, Daniel Nojima, a mudança é reflexo da maior escolaridade das mulheres no Estado.

Entre 2012 e 2014, o salário das mulheres aumentou 47% no Paraná. Já o dos homens ficou praticamente estável. Atualmente o Estado tem a menor diferença de salários entre os sexos da Região Sul. O diretor do Centro de Estatísticas do Ipardes é otimista e acredita que a desigualdade salarial deve reduzir ainda mais nos próximos anos.

Um estudo do Fórum Econômico Mundial, divulgado no ano passado, colocou o Brasil na posição 129 dos países com maior diferença salarial entre os gêneros. O relatório pesquisou as condições trabalhistas de 144 países e apontou um cenário bem mais pessimista. De acordo com o documento, o Brasil demoraria 100 anos para equiparar a remuneração de homens e mulheres.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*