Desmatamento ilegal no Paraná resulta em multas de mais de R$ 14 milhões em 2016

Foto: Divulgação IAP

Foto: Divulgação IAP

As multas por desmatamento ilegal no Paraná somaram mais de 14 milhões de reais em 2016. O balanço é do Instituto Ambiental do Paraná (IAP). No total foram 1275 autos de infração. Ao todo, uma área maior de 17 mil quilômetros quadrados foi desmatada em desacordo com as autorizações florestais emitidas ou sem a autorização de órgãos ambientais. As regiões que mais registraram multas foram Curitiba e região metropolitana, Guarapuava e o litoral do Estado. Segundo o diretor de Proteção e Emergências Ambientais do IAP, José Antonio Faria de Brito, o problema é que ainda existe a cultura do desmatamento.

Somente com relação as araucárias foram quase 3 mil árvores derrubadas no ano passado. A maior parte delas foi encontrada pelos fiscais do IAP do Escritório Regional de Guarapuava, onde se concentra a maior parte de florestas de araucárias do Paraná.

Quem pratica o desmatamento ilegal pode ser multado em até 10 mil reais por hectare, ou fração, e ainda responder a processo por crime ambiental. Os métodos utilizados para o desmatamento irregular podem elevar o valor da multa, como o uso de fogo e a supressão de espécies ameaçadas de extinção.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*