Despesas pessoais pesaram para o curitibano, segundo IPC

Números do Índice de preços ao consumidor (IPC) divulgados hoje à tarde pelo Dieese apontam que as despesas pessoais foram as que mais pesaram no bolso do curitibano no mês de abril. Esse grupo apresentou um aumento de um e meio por cento na comparação com o mês de março. O setor de entretenimento também teve aumento de pouco mais de um por cento, alavancado pela alta dos ingressos de teatro. Já o grupo de alimentos e bebidas se manteve estável. No total, o índice do mês de abril foi de 0,84%, maior que o mês de março, que foi de 0,58%. De acordo com o presidente do Ipardes, Gilmar Lourenço, alguns produtos isolados, como o cigarro, contribuíram para o aumento do IPC em Curitiba.

Além das despesas pessoais, os custos com vestuário e com planos de saúde também aumentaram em Curitiba no mês passado.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*