Dia dos solteiros: quem está sozinho também tem o que comemorar

Hoje, quinze de agosto, é o dia solteiro. A data funciona quase como um contraponto para o dia dos namorados. A ideia da data é mostrar que quem está sozinho também tem o que comemorar. A vendedora Suellen Silva está solteira há quatro meses. Ela saiu de um casamento de dois anos. Para ela, a maior vantagem de ser solteira é a liberdade.

O designer Yuri de Almeida tem 26 anos e está solteiro há dois anos. Ele namorou somente uma vez. O relacionamento durou nove meses e depois não deu mais certo. Para ele ser solteiro não é necessariamente uma opção.

Para quem é solteiro, mas quer encontrar um namorado ou namorada, uma saída pode ser procurar uma agência de casamento. Uma empresa de Curitiba que existe há dezessete anos já fez mil setecentos e cinquenta casamentos e já organizou mais de dois mil namoros. A maioria das pessoas que procura a agência tem entre 24 a 78 anos e noventa e cinco por cento deles tem nível superior. Mas segundo a dona da agência, Sheila Rigler, nem todo mundo tem perfil para entrar em uma agência de namoro. Algumas pessoas procuram um parceiro que é um pouco difícil de encontrar. Ela até fez um livro só para contar das exigências que as pessoas fazem quando querem encontrar o par ideal.

E mesmo quem é solteiro e vai comemorar a data, também sabe valorizar a importância de ter alguém por perto para poder contar em determinados momentos.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*