Diretor-geral da PF afirma que pretende finalizar os inquéritos da Lava Jato antes das eleições de 2018

O diretor-geral da Polícia Federal afirmou nesta quinta-feira (21) que pretende finalizar os inquéritos da Lava Jato que tramitam no Supremo Tribunal Federal antes das eleições de 2018. Atualmente, 273 inquéritos contra deputados, senadores e ministros acusados de desvios de dinheiro público estão em andamento na Corte.

A afirmação foi feita após cerimônia de posse do delegado Maurício Leite Valeixo, que assumiu a Superintendência da PF em Curitiba. De acordo com Fernando Segovia, houve um planejamento dentro da Polícia Federal para finalizar as investigações dentro do prazo estipulado.

O delegado-geral da Polícia Federal afirmou ainda que a instituição, em conjunto com o Tribunal Superior Eleitoral têm promovido debates com especialistas com o objetivo de combater as notícias falsas, conhecidas como “fake news”, que são disseminadas nas redes sociais no período eleitoral. Fernando Segovia acredita que o tema é de extrema importância devido ao impacto que pode provocar nas eleições.

Nas últimas eleições presidenciais, em 2014, a Polícia Federal se viu envolvida em uma situação que trouxe muitas críticas à instituição. Delegados da PF usaram as redes sociais para atacar o ex-presidente Lula e a então candidata à reeleição Dilma Rousseff durante a disputa eleitoral daquele ano. Além disso, os agentes fizeram postagens exaltando a atuação do então candidato à presidência Aécio Neves.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*