Duas quadrilhas são presas na Vila Torres

Vila Torres

Foto: divulgação//Agência Nacional do Estado

Duas quadrilhas acusadas de assassinatos em série foram desarticuladas na quinta (26) de manhã, durante uma operação realizada pela polícia na Vila Torres. As mortes, registradas nos últimos meses, teriam sido motivadas pelo controle dos pontos de venda de drogas na região. Por determinação da Secretaria de Segurança do Paraná, policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) vão ocupar as ruas da Vila Torres em horários alternados. O delegado-titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa, Miguel Stadler, diz que a presença da polícia deve inibir a ação das gangues.

Em dois meses, a polícia já prendeu 15 pessoas, entre elas os suspeitos de uma chacina em um supermercado da Avenida das Torres, no último dia 31 de dezembro. Um dos acusados, porém, continua foragido. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, entre dezembro de 2014 e janeiro deste ano, foram registradas 12 mortes violentas motivadas pela briga entre traficantes. Em um ano e meio, o número de mortos sobe para 40.

Ao todo, a polícia cumpriu 90 mandados de busca e apreensão na Vila Torres. Equipes da Divisão Estadual de Narcóticos (a Denarc) apreenderam, na semana passada, mais de 32 quilos de maconha e armas.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*