Empregada de idosa assassinada no Ahú está presa

Duas pessoas estão presas e um menor apreendido suspeitos de ter participado do assassinato de uma senhora de 77 anos no bairro Ahú. Uma delas é a empregada doméstica da casa. O crime aconteceu na manhã de ontem. As prisões foram realizadas no final da tarde desta quarta-feira em Colombo. O marido da empregada, que também teria participado do crime, é foragido da polícia de São Paulo. A ação da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) foi realizada depois do depoimento da empregada doméstica da vítima. Segundo o delegado Rodrigo Brown a funcionária apresenta indícios de ter favorecido os ladrões no assalto. Ela ficou livre no primeiro piso da casa, porém não fugiu ou chamou socorro. A empregada relatou não saber descrever os criminosos. Além disso, diz que não foi ameaçada com arma e testemunhas afirmam que os assaltantes estavam no mesmo ônibus que a empregada. A equipe da DFR continua. Uma coletiva de imprensa está marcada para as 11 horas, onde serão divulgadas  novas informações.

Yara Reis Dalledone, de 77 anos, foi assassinada na manhã de ontem no bairro Ahú. Um trio armado invadiu a casa quando a empregada chegava. A senhora estava no quarto e foi assassinada com um tiro na boca. A vítima é viúva de João Dalledone, que foi engenheiro da Prefeitura de Curitiba por muitos anos.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*