Empréstimo de bicicletas pode ser viabilizado no segundo semestre

Ainda no segundo semestre deste ano os curitibanos podem passar a contar com um sistema de empréstimos de bicicletas. Essa é a expectativa da empresa responsável pela gestão de três bicicletários aqui na capital. Para entrar em funcionamento, é necessário fechar uma parceria com uma empresa privada para cobrir os custos do aluguel,
que também já está programado para ocorrer na cidade a partir de setembro. O sócio diretor da empresa vencedora da licitação para operação dos bicicletários, Rafael Milani Medeiros, explica que existem três formas de financiamento para o empréstimo das bikes.  Com a parceria fechada, a primeira hora seria gratuita para o empréstimo. Em caso de aluguel, o preço máximo que pode ser cobrado – de acordo com o que ficou firmado no edital da licitação – é de R$ 5 reais a hora. Rafael Medeiros conta que o sistema a ser implantado aqui na cidade vai contar com GPS para que o usuário se sinta mais seguro.Os três bicicletários ficam nos bairros Centro Cívico, Jardim Botânico e São Lourenço. O empresário conta que, ao procurar esses espaços, o curitibano vai ter acesso a informativos sobre rotas alternativas da cidade. Nos bicicletários os ciclistas vão encontrar um local seguro para deixar a bike – com monitoramento realizado por câmeras de segurança e um funcionário para tomar conta do local. Além disso, serviços de manutenção dos veículos e também espaços onde vão ser comercializados alimentos e bebidas não alcoólicas.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*