Empréstimo de R$ 138 mi para obras na Arena da Baixada é aprovado na Assembleia

O empréstimo de 138 milhões e 400 mil reais do Banco Nacional de Desenvolvimento, o BNDES, para as obras na Arena da Baixada foi aprovado hoje na Assembleia Legislativa do Paraná. 23 deputados foram favoráveis à proposta e apenas 12 contrários. Os deputados transformaram o plenário da Assembleia em comissão geral e com essa manobra conseguiram acelerar a discussão sobre a proposta, que agora segue para a sanção do governador do estado. Os parlamentares derrubaram duas emendas do deputado Anibelli Neto (PMDB), um adelas que obrigava o Atlético a prestar contas dos gastos com o empréstimo a cada bimestre. O prazo de pagamento é de 20 anos. O Atlético vai usar títulos do potencial construtivo e o CT do Caju como garantias. O deputado de oposição Tadeu Veneri (PT) voltou a criticar a proposta que segundo ele representa empregar dinheiro público em uma empresa privada.

O líder do governo na Casa, deputado Ademar Traiano (PSDB), rebateu. Ele defende que o estado está com o calendário apertado para terminar a Arena e por isso o projeto teve uma tramitação relâmpago na Assembleia, aprovado em apenas uma semana.

A Arena da Baixada deve custar 234 milhões de reais, segundo o Ministério do Esporte. As obras já começaram, mas estão em ritmo lento e estão previstas para terminar em junho do ano que vem.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*