Encontro discute prevenção e tratamento da diabetes em Curitiba

300 especialistas em diabetes de todo o país e pacientes se reúnem a partir da amanhã em Curitiba para discutir formas de prevenção e novos tratamentos. A doença afeta 8% da população e é causada pela falta da insulina, uma substância que processa a glicose e com isso a pessoas fica com acúmulo de açúcar no sangue. São 800 mil diabéticos em todo o estado, 100 mil só em Curitiba. Segundo o endocrinologista e organizador do encontro “Diabetes Paraná” Edgard Niclewicz há novos medicamentos que são fornecidos pelo próprio estado, o que melhora a qualidade de vida dos paranaenses que têm diabetes. No entanto, ele diz que ainda falta educação e disciplina para seguir o tratamento a risca.

Também será feito uma reunião de pacientes. Em Curitiba já há um grupo chamado Família DM1, que desde o início deste ano faz reuniões mensais. Diabéticos e familiares se encontram para conversar, contar as dificuldades que vivem com a doença e dividir as experiências. A líder do grupo, Ana Claudia Cendofanti, que tem uma filha de cinco com diabetes, explica que é muito difícil manter uma rotina saudável para controlar a insulina.

O encontro “Diabetes Paraná” começa amanhã à tarde e vai até o sábado. Outras informações no site: diabetesparana.com.br

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*