Estado do Paraná ganha radar meteorológico japonês para evitar desastres naturais

Foto: Jaelson Lucas / ANPr

A partir de janeiro do ano que vem o Paraná vai contar com um radar meteorológico japonês para evitar desastres naturais, principalmente na região metropolitana. O equipamento já está a caminho do Brasil e a previsão é que chegue ao Paraná no final deste mês. O radar foi cedido por uma empresa japonesa através de uma parceria com a Agência de Cooperação Internacional do Japão e não terá custos para o estado. O Paraná já possui dois radares de grande porte instalados em Teixeira Soares, no Centro-Sul do Estado, e em Cascavel, na região Oeste. De acordo com o governador Beto Richa, este novo equipamento, específico para centros urbanos, vai melhorar o tempo de resposta do Sistema de Monitoramento e Previsão Hidrométrica do Estado.

O engenheiro da empresa no Brasil, Rodrigo Vidal, afirma que além do apoio geral em monitoramento, o radar será utilizado como modelo de previsão de deslizamento para o município de Almirante Tamandaré.

Segundo o tenente-coronel da Defesa Civil, Edenilson de Barros, o radar será instalado e operado na sede do Simepar, que encaminhará as informações à Defesa Civil, responsável por monitorar as condições e, caso necessário enviar os alertas, aos municípios.

A instalação do radar meteorológico Banda X faz parte do programa de Fortalecimento de Gestão de Risco de Desastre no Paraná. Ele abrange três áreas: fortalecimento da infraestrutura de prevenção, investimento em conhecimento e a articulação institucional.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*