Ex-ministro e ex-governador prestam depoimento

Quatro pessoas prestaram depoimento nesta sexta-feira, 14, em ação penal que apura se o ex-presidente Lula teria recebido vantagens indevidas da Odebrecht.

Entre elas estão o ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça, Sidnei Beneti, e o ex-governador de São Paulo, Cláudio Lembo. As testemunhas foram indicadas pela defesa de Lula e pelo advogado Roberto Teixeira, que também é réu no processo.

A última audiência desta ação penal está agendada para o dia 17 de agosto. Depois dessa fase, serão ouvidos os réus e na sequência são abertos os prazos para que acusação e defesa apresentem as alegações finais. Por último, os autos voltam às mãos do juiz Sérgio Moro, que analisa todas as provas e decide se absolve ou condena os envolvidos. Segundo a denúncia do Ministério Público Federal, a Odebrecht teria comprado um terreno para a construção da sede do Instituto Lula e um apartamento em São Bernardo do Campo, São Paulo.

Em contrapartida, a empreiteira teria sido beneficiada em contratos com a Petrobras. Neste processo, Lula é acusado dos crimes de lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Esta ação penal tem no total oito réus, entre eles o ex-executivo Marcelo Odebrecht e o ex-ministro Antonio Palocci.

Deixe um Comentário Os comentários serão avaliados por um moderador. Comentários considerados inadequados, impróprios ou ofensivos não serão aprovados

*